Ir para o conteúdo
K

Anúncios de lançamento

KDE Frameworks 5.0

7 de Julho de 2014. A Comunidade do KDE orgulha-se em anunciar as Plataformas do KDE 5.0. As Plataformas 5 são a próxima geração das bibliotecas do KDE, modulares e optimizadas para uma integração simples nas aplicações do Qt. As Plataformas oferecem uma grande variedade de funcionalidades comuns em bibliotecas maduras, revistas e bem testadas com licenças amigáveis. Existem cerca de 50 plataformas diferentes nesta versão, oferecendo soluções que incluem a integração com o ‘hardware’, o suporte para determinados formatos de ficheiros, itens gráficos adicionais, funções de gráficos, verificação ortográfica, entre outras. Muitas das plataformas são multi-plataforma e têm poucas ou nenhumas dependências extra, tornando-as simples de compilar e adicionar a qualquer aplicação em Qt.

As Plataformas do KDE representam um esforço para remodelar as poderosas bibliotecas da Plataforma do KDE 4 num conjunto de módulos independentes e multi-plataforma que poderão ficar disponíveis desde logo para todos os programadores de Qt, por forma a acelerar e reduzir o custo do desenvolvimento em Qt. As plataformas individuais são multi-plataforma, bem documentadas e testadas e a sua utilização será familiar para os programadores em Qt, seguindo o estilo e as normas impostas pelo Projecto Qt. As plataformas são desenvolvidas segundo o modelo de governação do KDE, com um calendário de versões previsível, um processo de contribuições claro e independente de fornecedores e com uma licença flexível (LGPL).

As Plataformas têm uma estrutura de dependências clara, dividida em Categorias e Níveis. As Categorias dizem respeito às dependências durante a execução:

Os Níveis referem-se às dependências durante a compilação de outras Plataformas. As Plataformas de Nível 1 não têm dependências dentro das Plataformas e só necessitam do Qt ou de outras bibliotecas relevantes. As Plataformas de Nível 2 só podem depender do Nível 1. As Plataformas de Nível 3 podem depender de outras Plataformas de Nível 3, assim como de Nível 2 e Nível 1.

A transição da Plataforma paras as Plataformas está em curso há cerca de 3 anos, guiada por contribuintes técnicos de topo do KDE. Aprenda mais sobre as Plataformas 5 <a href='%!'(string=http://dot.kde.org/2013/09/25/frameworks-5)>neste artigo do ano passado.

Destaques

Existem mais de 50 Plataformas disponíveis de momento. Consulte a lista completa na <a href='%!'(string=http://api.kde.org/frameworks-api/frameworks5-apidocs/)>documentação ‘online’ da API. Em baixo fica uma impressão de alguma da funcionalidade que as Plataformas oferecem aos programadores de aplicações em Qt.

O KArchive oferece o suporte para muitas das codificações de compressão conhecidas numa biblioteca de arquivo e extracção de ficheiros poderosa, simples de usar e independente. Basta passar-lhe ficheiros; não há necessidade de reinventar uma função de arquivo para a sua aplicação baseada no Qt!

O ThreadWeaver oferece uma API de alto-nível para gerir tarefas de processamento com base em interfaces baseadas em tarefas e filas de execução. Permite o escalonamento simples da execução de tarefas, indicando as dependências entre as tarefas e executando-as à medida que essas dependências vão sendo satisfeitas, simplificando em grande medida o uso de várias tarefas de processamento.

O KConfig é uma plataforma para lidar com o armazenamento e consulta de definições de configuração. Oferece uma API orientada por grupos. Funciona com os ficheiros INI e com as pastas encadeadas compatíveis com o XDG. Ele gera código com base em ficheiros XML.

O Solid oferece a detecção de ‘hardware’ e poderá informar uma aplicação sobre os dispositivos e volumes de armazenamento, o processador, o estado da bateria, a gestão de energia, o estado e as interfaces da rede e o Bluetooth. Para as partições encriptadas, a gestão de energia e a rede, são necessários alguns serviços em execução.

O KI18n adiciona o suporte do Gettext às aplicações, tornando-se mais fácil integrar o fluxo de trabalho de traduções do Qt na infra-estrutura geral de traduções dos diversos projectos.

Instalando pacotes binários

No Linux, usar os pacotes da sua distribuição favorita é o meio recomendado de ter acesso ao KDE Frameworks. Veja como instalar aplicativos da KDE na sua distribuição

Compilação do código fonte

Todo o código fonte do KDE Frameworks 5.0 pode ser livremente baixado. As instruções para compilação e instalação do KDE Frameworks 5.0 estão disponíveis na página de informações do KDE Frameworks 5.0.

Compilar usando o código fonte é possível usando os comandos básicos cmake .; make; make install. Para um único framework de primeiro nível, isso costuma ser a solução mais fácil. Pessoas interessadas em contribuir aos frameworks ou ficar sabendo do progresso de desenvolvimento do conjunto todo podem achar mais simples utilizar o kdesrc-build. O Frameworks 5.0 requer o Qt 5.2.

Uma lista detalhada de todo o Frameworks e outras bibliotecas de terceiros do Qt está disponível em inqlude.org, o arquivo de bibliotecas selecionadas do Qt. Uma lista completa da documentação de API pode ser encontrada em api.kde.org.

Contribua

Os interessados em acompanhar e contribuir para o desenvolvimento do Frameworks podem dar uma olhada nos repositórios git e acompanhar as discussões na lista de e-mails do desenvolvimento do KDE Frameworks. Políticas e o estado dos atuais projetos e planos está disponível na wiki do Frameworks. Discussões em tempo real ocorrem no canal de IRC #kde-devel no freenode.net.

Apoiando a KDE

O KDE é uma comunidade de software livre que existe e cresce apenas com a ajuda de muitos voluntários que doam parte do seu tempo e esforço. O KDE está sempre procurando novos voluntários e contribuições, sejam elas de código, documentação, tradução, promoção, monetárias, etc. Todas as contribuições são apreciadas e bem-vindas. Leia a Página de apoio à KDE para mais informações ou para se tornar um membro de suporte da KDE e.V. através da nossa iniciativa Junte-se ao jogo.